Cala-te sempre que sintas dentro de ti o referver da indignação. – Ainda que estejas justissimamente irado. – Porque, apesar da tua discrição, nesses instantes sempre dizes mais do que o que querias dizer.
(Josemaria Escrivá)