Sem família não há pessoa. Se nos interrogarmos “quem sou eu? responderemos, usando a memória, “eu sou filho de…”, e depois nomearemos as pessoas de quem nascemos: a mãe e o pai, ou seja, as pessoas que nos deram a origem e o ser.
(Aquilino Polaino-Lorente)