Há quem suporte com valentia as provações da vida. Há os que ficaram no seu lugar, quando lhes apeteceria fugir, por quererem levar um dever até ao fim. Há aqueles a quem a honestidade tornou pobres, e caminham agora, direitos e alegres, nas suas roupas remendadas.
Há aqueles que envelheceram na fidelidade a um casamento de muitos anos e vão morrer em breve, rodeados de filhos e netos, contentes, contentes.
Há heroísmos que nos deviam ser mostrados. Porque a vida às vezes é bem difícil e precisávamos de um exemplo que nos animasse. Porque nos acontece com frequência esquecermos as nossas asas: instalamo-nos num estojo morno de conforto e ficamos ali, meio sonolentos. Um exemplo desses poderia despertar-nos.
(Paulo Geraldo)