Mermoz tinha, pois desbravado o deserto, a montanha, a noite e o mar. Mais de uma vez fracassara, no deserto, na montanha, na noite e no mar. E, quando regressava, era sempre para voltar a partir.
(Saint-Exupéry, Terra dos Homens)