Não está autorizada a cópia de elementos deste website. Por favor, contacte o administrador.

O amor conjugal é, sem dúvida, um amor exclusivista, mas que abarca ao mesmo tempo toda a humanidade. É exclusivista na medida em que cada um se pode unir com toda a intensidade somente a uma pessoa. Mas quando amo verdadeiramente uma só pessoa, o coração torna-se grande e proporciona a faculdade de me dedicar a muitas mais.
(Jutta Burggraf, in O desafio do amor humano)