O cristianismo ensina que a natureza humana está caída, que é frágil. E mesmo que o cristianismo não o ensinasse, qualquer pessoa nota que no homem há qualquer coisa que não funciona bem, e que muitas vezes fazemos o mal sem que essa acção corresponda aos nossos desejos mais profundos.
(Joaquín García-Huidobro)