O santo amor de seus pais

Alguns pais e mães são extraordinariamente heróicos mas, na sua grande maioria, são pessoas simples, discretos protagonistas das alegrias e tristezas da vida familiar. Não há aplauso público para este tipo de heróis, mas não há filho, por ingrato que seja, que não canonize, no altar do seu coração, o santo amor de seus pais.

(Portocarrero de Almada)

Dez princípios da paz familiar

Dez princípios da paz familiar:

1. nunca reagir a quente;
2. não generalizar: “tu nunca…”, “tu sempre…”;
3. não inferir duma conduta atributos de caráter: “és mesmo egoísta”…;
4. não injuriar
5. a discussão, se interessar, só interessa para o futuro; esclarece-se o passado para aprender para o futuro – se a discussão não tiver esse objetivo e essa virtualidade, não interessa.;
6. saber renunciar a provar que se tem razão ;
7. calar, aceitar mesmo uma injustiça ;
8. pedir desculpa ;
9. perdoar;
10. superar, esquecer rapidamente… e recomeçar.

 

(Autor desconhecido)

Se estás desiludido com a tua vida em família

Podemos desiludir-nos com as coisas: fazemos uma apreciação acerca delas e usamos o caixote do lixo. As pessoas, porém, não são para julgar, mas para que ajudemos a construi-las, para que ajudem a construir-nos, para construirmos alguma coisa em conjunto. Se o teu amigo te desiludiu, acusa-te a ti mesmo, porque era tarefa tua torná-lo mais nobre. Se estás desiludido com a tua vida em família, lembra-te de que ela foi a tua construção. E recomeça no ponto em que começaste a falhar.

 

(Paulo Geraldo)

Nunca deites abaixo uma vedação

Nunca deites abaixo uma vedação sem saber a razão porque ela foi lá posta.
(G. K. Chesterton)

Alguém ligou aquelas vidas com um nó

Na família, aquilo que os une está num plano imensamente superior a tudo aquilo que os possa afastar. Muito acima das discórdias, das zangas, dos amuos, dos diferentes pontos de vista. Podem as ondas enfurecidas de um mar de inverno salpicar as estrelas? Alguém ligou aquelas vidas com um nó, e a vida de um é a vida dos outros. E o sorriso de um é a alegria dos outros. E a dor de um é a dor dos outros.
(Paulo Geraldo)

A família é anterior e superior à sociedade

Desfazendo a família, desfaz-se a sociedade inteira. A família é anterior e superior à sociedade, tal como a sociedade é anterior ao Estado. Sem pessoa não há família. Mas sem família a pessoa quebra, não amadurece ou estrutura-se mal. Sem família não há sociedade. Sem sociedade não há Estado. O próprio futuro e sobrevivência do Estado dependem da família.
(Aquilino Polaino-Lorente)