Com espírito de colaboração

A crítica, quando tiveres de fazê-la, deve ser positiva, com espírito de colaboração, construtiva, e nunca às escondidas do interessado. Se não, é uma traição, uma murmuração, uma difamação, talvez uma calúnia… e, sempre, uma falta de honradez.
(Josemaria Escrivá)

Não és bom porque te louvam

Não és bom porque te louvam, nem desprezível porque te censuram; és o que és, e o que poderão dizer de ti, não te fará melhor do que aquilo que vales aos olhos de Deus.
(Autor desconhecido)

Fabricar inimigos para poderem existir

Observei muitas vezes que as pessoas mais críticas são aquelas que têm em si um grande vazio espiritual. Chego a perguntar-me se determinadas pessoas (à semelhança de ideologias como o marxismo) não sentem necessidade de fabricar inimigos para poderem existir, precisamente por ser enorme o seu vazio interior.
(Jacques Philippe)

O verdadeiro rebelde

O verdadeiro rebelde é aquele que propõe alternativas.
(Julián Marías)

Agrada-nos a franqueza dos que nos apreciam

Agrada-nos a franqueza dos que nos apreciam. À franqueza dos outros chamamos insolência.
(André Mourois)

Quando apontares com um dedo

Quando apontares com um dedo, lembra-te de que outros três dedos teus apontam para ti.
(Provérbio inglês)