Sem receio de ir contra corrente

O fraco foge daquilo que é difícil e árduo; alimenta-se daquilo que recebe dos outros; ama o que é fácil e cómodo. O homem nobre vive do que dá; enfrenta as dificuldades; não tem receio de ir contra corrente.
(Paulo Geraldo)