Não há verdadeira virtude sem caridade

A disciplina e moderação do avarento, que repudia o desejo de intemperança porque custa muito dinheiro, não são verdadeira virtude… Não há verdadeira virtude sem caridade.
(S. Tomás de Aquino)