Não há maior prova de ignorância do que acreditar que o inexplicável é impossível.
(S. Bilard)