Não existe desejo que não seja dirigido a um bem. O pecado não surge na vontade sem alguma ignorância no intelecto. Porque não desejamos nada a não ser que seja um bem, quer real quer aparente.
(S. Tomás de Aquino)