És tão novo! – Pareces-me um barco que empreende viagem. – Esse ligeiro desvio de agora, se não o corrigires, fará com que no fim não chegues ao porto.
(Josemaria Escrivá)