Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O que é importante, o que permanece diante de mim, aquilo que eu tenho que fazer, a não ser que queira permanecer, durante os poucos dias que me restam, estropiado, desfigurado e incompleto, é absorver na minha natureza tudo aquilo que me fizeram, fazer disso uma parte de mim, aceitá-lo sem queixas, medo ou relutância. É bom tudo o que se realiza.
(Oscar Wilde, in De Profundis)